O fim de um Sonho: O que pensar a seguir

Antes de imaginar o que um titulo poderia sugerir algo negativo, digo que estou a realizar um sonho que persigo a quase 4 anos: estou terminando o curso da faculdade de Letras. Não somente agora posso dizer que sou uma profissional no campo de Letras, mas também posso lecionar no que mais aprecio, que seria na Escrita ou mesmo em Literatura.
Não me vejo como educadora mas sim uma profissional com embasamento acadêmico para prosseguir no campos das Letras. Esses 4 anos de estudos trouxeram muita luz e esclarecimentos em assuntos literários que por mim eram obscuros e que nem sabia da importância , tanto de forma de informações do quanto de conhecimento se escondia em lacunas interessantes da história da literatura. Além do contato da linguagem academicista, desenvolvi minha escrita de forma mais madura e também (de tal modo um pouco negativo, talvez), aprender a enrolar um pouco mais em retóricas textuais. Tanto que ainda mantenho os jargões e certas colocações de palavras que somente quem leu e estudou textos acadêmico possa carregar em determinadas matérias. Não vai ser difícil deixar de escrever com esse empoamento acadêmico mas que foi bem interessante como podemos modificar nossos estilos de escrita de acordo com a temática do texto a ser proposto.
Bem como nesse caminhar, nesse fim de curso de graduação, tive o grande prazer de ter contato com os livros de Augusto Cury, que seus livros e modo de pensar abriu-me um sentido muito maior que tinha a respeito não somente a seus livros, mas de como encarar a vida. Desisti de expor meus sentimentos e pensamentos somente às redes sociais e busquei em mim e para os que estavam próximos, que me trouxeram reflexões importantes para minha mente e sentimentos em ebulição (ou em picos de intenso declínio).
Como todo o fim, o que pensar nos próximos passos adiante?
Primeiramente, após concluir o último trabalho, a minha vontade de escrever desandou a jorrar. Tanto que escrevo essa matéria no entusiasmo gerado pela grata satisfação de dever cumprido.
Tenho planejado meus próximos passos e, que não terei dúvidas, de cumprir as obrigações e promessas feitas ao longo desses semestres. Leituras de autores nacionais atrasada, consequentemente, as resenhas para divulgá-los, etc. Tudo isso atrasadíssimo em meses de angústia ao ver os volumes empilhados em minha estante, em um ritual de vislumbramento de desespero.
Bem, planejando as coisas voltarão em seus eixos.
Mas com a melhor das expectativas e a percepção que uma fase importante passou, trazendo benefícios excelentes.
Apesar de um sonho ser cumprido, minha jornada ainda é longa. Como dizia o prórpio Augusto Cury, o fim de um sonho dá a chance de se criar novos sonhos.
Que o futuro de escritas venham e surpreenda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s