O microcosmo de cada escritor

Desde que um trabalho que envolve um certo desgaste mental e psicológico também, muito da pessoa é transposta invariavelmente. Seja o o modo de aprendizado, costumes pessoais e sociais, culturais, educacional e o psicológico emocional do escritor. É a síntese de seu microcosmos estampados no seu modo de escrever suas histórias.

É possível perceber não só qual a visão de como ele percebe o mundo, projeções psicológicas sobre inter-relacionamentos e até os aspectos de seu caráter. É claro que nem todos se atentam a esses aspectos, mas algumas vezes fazem parte do diferencial de como os escritos de determinados escritores serem tão peculiares, portanto inimitáveis em seus estilos literários. Mesmo que se emule seu estilo se atentando na tecnicidade, mas nunca será o mesmo da maneira como ele pensa e vê o mundo.

Em outros escritos, percebe-se a superficialidade ou mesmo a inação de enxergar coisas simples, se focando a aspectos que nem sempre podem fazer diferença em tantos outros.
Acredito ser um diferencial fascinante como cada escritor carrega em seus trabalho seu microcosmos.

Tanto que me atento àqueles que possuem profissões variadas, mas que conseguem transpor aspectos que somente eles poderiam interpretar em suas vivências.
Seja no cotidiano urbano de São Paulo, a rotina policial do Rio de Janeiro, vida militar no Amazonas, andanças pela Zona da Mata mineira, ou mesmo em campos do Rio Grande do Sul, todos são eternizados em mundos intimistas e únicos de cada escritor que os carregam em suas escritas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s